A produção de biodiesel consiste numa reacção de transesterificação na qual metanol e triglicéridos reagem na presença de um catalisador (hidróxido de sódio) originando metil ésteres de ácidos gordos. O biodiesel é então um metil éster dos ácidos gordos encontrados nos óleos vegetais e nas gorduras animais.

      A utilização de biodiesel misturado com combustível convencional, nos motores a diesel, não exige qualquer alteração técnica do motor.

      A grande vantagem da utilização de biodiesel em substituição do diesel é a nível ambiental pois pode contribuir para uma redução das emissões de dióxido de carbono. Esta vantagem verifica-se especialmente quando o biodiesel é produzido a partir de óleos usados.


      As actividades desenvolvidas, em ambas as escolas, de forma a suscitar os alunos para a importância deste tema consistiram numa breve apresentação que visava esclarecer os princípios teóricos essenciais e na produção de biodiesel. A produção de biodiesel desenvolveu-se em várias etapas: aquecimento do óleo, mistura do óleo com a solução de hidróxido de sódio em metanol preparada previamente, agitação durante 20 minutos, separação de fases, lavagem e posteriormente experimentação do biodiesel num motor de combustão interna.